Homem é condenado a mais de 18 anos de prisão por homicídio em Riachão do Jacuípe

O crime foi cometido no dia 30 de março de 2018, no feriado da Semana Santa.

0
52

Na última segunda-feira (13), Jorge de Jesus Oliveira foi condenado a 18 anos e 6 meses de reclusão pelo assassinato do comerciante José Celival Almeida da Silva, em Riachão do Jacuípe. O Tribunal do Júri, presidido pelo juiz Marco Aurélio Bastos de Macedo, acatou a tese sustentada pelo promotor de Justiça Luciano Medeiros Alves da Silva, que acusou Jorge de homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

O condenado, que está preso no Centro de Detenção Penal de Pinheiros, em São Paulo, por outro crime, começará o cumprimento da pena na unidade até que seja transferido para o Conjunto Penal de Feira de Santana, onde cumprirá o restante da condenação.

O crime foi cometido no dia 30 de março de 2018, no feriado da “Semana Santa”. O promotor de Justiça relatou que Jorge estava bebendo no bar de José Celival, quando este anunciou que iria fechar o comércio. Segundo testemunhas, não houve discussão com o dono do bar.

Jorge teria apenas questionado se o comércio de fato seria fechado, e, diante da resposta positiva, efetuou seis disparos com arma de fogo, resultando na morte de José Celival. Após o crime, ele fugiu para São Paulo, onde cometeu outro crime e foi preso. A pena será cumprida em regime inicialmente fechado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui