‘Só quero ir para casa’, diz velejador baiano que ficou preso em Cabo Verde

Rodrigo Dantas ficou detido por 18 meses; ele é suspeito de transportar uma tonelada de cocaína.

0
147

O  baiano Rodrigo Dantas, um dos velejadores que ficou preso em Cabo Verde, na África, por 18 meses, disse que “ficou muito feliz” após ter saído da prisão. Suspeito de transportar uma tonelada de cocaína em barco, ele foi soltos na tarde desta quinta-feira (7).

Em um vídeo, que foi gravado por um repórter local do país, ele afirma que “só quer ficar com família e ir para casa”. Veja a gravação.

 

 

Além de Rodrigo, Daniel Dantas e Daniel Guerra foram soltos. Eles vão responder pelo processo em liberdade. Ainda não há data para o novo julgamento.

Relembre o caso

Eles estavam presos após condenação por tráfico internacional de drogas. Os brasileiros foram detidos em 2017 e condenados a 10 anos de prisão em março de 2018.

Eles alegam inocência desde quando foram presos. Uma investigação feita pela Polícia Federal brasileira também aponta a inocência dos velejadores.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui